, Bibliothings: "Bibliotecas Improváveis" descreve o lado divertido das bibliotecas
Bibliothings

Aqui você se informa sobre Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Postagens recentes

sexta-feira, 15 de maio de 2015

"Bibliotecas Improváveis" descreve o lado divertido das bibliotecas

Biblioteca em Muyinga, Burundi

Quando se fala em biblioteca, algumas ideias nos vêm à mente: ela é bem organizada, recheada de best-sellers, e com prateleiras empoeiradas com tesouros escondidos, todos esperando para serem retirados e apreciados. Há mais um fator que torna a biblioteca interessante:  alguém que você nunca conheceu. A biblioteca reúne vários leitores em um único espaço para compartilhar, trocar e revelar segredos dos livros. Ah, e tudo isso sem custar nada, absolutamente de graça!



Biblioteca The Sir Duncan Rice na Universidade de Aberdeen


Alex Johnson, um jornalista independente do Reino Unido e autor da obra Bibliotecas Improváveis, concorda com todas estas afirmações. Mas ele notou que bibliotecas não apenas existem em edifícios convencionais e monótonos ou em prédios velhos com arcos góticos.

“Sempre houve bibliotecários empreendedores”, disse ele via email ao Huffington Post, “um exemplo são as bibliotecas itinerantes em pequenas caixas para faróis no século XIX, ou as que eram usadas em cavalos de carga que transportavam livros no começo do século XX - mas, a ideia de que a biblioteca vá ao leitor está bem mais acentuada nos dias de hoje do que antigamente”

Biblioteca itinerante de William Hakewill


Bibliotecas improváveis, que retrata bibliotecas incomuns e visualmente marcantes em todo o mundo, foi a ideia de Johnson em trazer “o lado divertido e interessante” das bibliotecas para o centro de conversas, que estão cada vez mais dominadas por tristeza e melancolia sobre assuntos financeiros. “Dois dos meus parentes são bibliotecários”, ele explicou, “por isso esta fixação por bibliotecas sempre está na minha mente”. E a despeito do crescimento dos E-books, ele acredita que “em um mundo cada vez mais virtual, o que é físico se torna mais valorizado”.

As bibliotecas também são especiais em sua vida por outro motivo. Ele conheceu sua esposa enquanto estudava em Oxford. “Muitas vezes nós nos esbarramos no Radcliffe Camera” (Biblioteca da Universidade de Oxford), ele lembra. “Lá eu tenho muitas memórias agradáveis”.

Bibliotecas improváveis mostra bibliotecas carregadas por camelos, penduradas em uma árvore, e outras em edifícios antigos; além de bibliotecas em que só cabe uma pessoa. Há bibliotecas que se destinam a complementar a falta de infra-estrutura e apoio governamental e bibliotecas projetadas para atrair a atenção dos leitores facilmente distraídos por seus smartphones e Kindles. Quer se trate de uma bicicleta que entrega livros ou de um “retiro para uma leitura serena”, esses lugares nos trazem lembranças e sensações que jamais serão superadas por textos em dispositivos digitais.

As fotos de Bibliotecas Improváveis dão uma amostra das mais diversas bibliotecas que temos no presente; tomara que no futuro as bibliotecas continuem a ser um símbolo da nossa cultura literária compartilhada!

Veja algumas das fotos da obra:

Biblioteca infantil do Soneva Kiri Resort, Tailândia
O interior da biblioteca Soneva Kiri , construída de bambu

Bookbike de Tucson, Arizona

Little Free Library em Nova York

Biblioteca de casas penduradas no Librairie Urbaine em Lyon, França

Biblioteca localiza na praia Bondi Beach, Australia. Coretesia da IKEA

Biblioteca infantil itinerante na Mongólia, projeto do autor Jambyn Dashdondog

Biblioteca projetada por Marta Wengorovius - cabe apenas uma pessoa

Biblioteca que parece um tanque, mas oferece livros gratuitos. Buenos Aires, Argentina.

Biblioteca Pública de Kansas, Edifício Central, em Kansas City, Missouri


Biblioteca Popular, construída durante o Protesto "Ocupe Wall Street"




Via Huffington Post.

Comente com o Facebook: