, Bibliothings: Google Drive agora pode impedir a cópia de arquivo com direito autoral
Bibliothings

Aqui você se informa sobre Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Postagens recentes

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Google Drive agora pode impedir a cópia de arquivo com direito autoral

Atualização no Google Drive impede cópia de arquivos compartilhados

O Google Drive ganhou um recurso para garantir aos usuários os direitos de propriedade sobre arquivos salvos na nuvem. Em anúncio feito nesta terça-feira (14), o Google afirma que as pessoas que não quiserem compartilhar seu conteúdo com qualquer um poderão editar suas preferências e garantir que só o que for liberado será visualizado por outros usuários, sem direito a download ou edição.

Até esta atualização, qualquer pessoa que tivesse acesso a uma pasta do Google Drive poderia salvar, encaminhar ou até imprimir os arquivos. O que é, aparentemente, algo comum, tendo em vista o lado colaborativo do serviço, que estimula trabalhos em conjunto pela web.
Entretanto, em casos que não tenham esta finalidade, o conteúdo acaba ficando bastante exposto para qualquer pessoa. Digamos que você compartilhe um trabalho que fez com algum contato. Ele pode, então, salvar, encaminhar para um amigo ou imprimir. Mesmo que esse não fosse o seu desejo.
“Com o gerenciamento de informações de direitos (IRM, em inglês Information Rights Management), as pessoas que usam o Google Drive agora podem desativar downloads, impressões e cópias a partir do menu de compartilhamento. É perfeito quando o arquivo tem informações que você não quer que sejam compartilhadas ou vazadas”, explicou o Google, em nota oficial.

Drive ganhou nova opção nas configurações de compartilhamento


Para desativar o compartilhamento, basta ir ao menu de compartilhamento de qualquer documento do Google e, no lado direito inferior, clicar em “Advanced”. Então, marque a opção “Desativar opções de download, impressão e cópia para quem comenta e visualiza”. Depois, é só salvar as mudanças.


Fonte: TechTudo.

Comente com o Facebook: